Notícias

17/05/2017

Prefeita se reúne com ministro para tratar de parceria que visa garantir existência do Dunas de Marapé

Com 25 anos de atividade, empreendimento gera 100 empregos direitos e outros 500 indiretos no município de Jequiá da Praia

image

A prefeita de Jequiá da Praia, Jeannyne Beltrão, esteve reunida com o ministro do Turismo, Marx Beltrão, e o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Ricardo José Soavinski, para tratar de parceria - com os órgãos ambientais - que visa garantir o funcionamento de empreendimento turístico no município. Com 25 anos de atividade, o Dunas de Marapé gera 100 empregos diretos e outros 500 indiretos, segundo estimativas de um dos responsáveis pelo empreendimento, Luciano Amaral.

"Quero agradecer o apoio do ministro Marx Beltrão em lutar por esse pleito, pois a atividade turística é fonte de emprego e geração de renda no nosso município”, enfatizou a prefeita, complementando que o presidente do ICMBio se comprometeu em dar celeridade à análise técnica do processo do complexo de lazer.

Emprego e renda - Durante o encontro, o ministro do Turismo defendeu a manutenção de empreendimentos dos litorais norte e sul. Notificações de órgãos ambientais já suspenderam a atividade do complexo de entretenimento e restaurante Show da Natureza, às margens do Rio São Francisco, no município de Olho D’Água do Casado, e ameaçam fechar o centro de lazer Dunas de Marapé, no município Jequiá da Praia. Marx Beltrão frisou a importância dos atrativos para fortalecer o fluxo de visitantes da região, gerar emprego e renda.

“O turismo é o segundo setor que mais emprega em Alagoas. A preservação do meio ambiente é fundamental e todos têm de trabalhar para isso, mas é preciso olhar também para a questão social”, comentou ele. Somente o Dunas de Marapé está em funcionamento há 25 anos, gera 100 empregos diretos e outros 500 indiretos, de acordo com estimativas dos responsáveis pelo empreendimento.

Iniciativa privada – Marx Beltrão defendeu ainda o fortalecimento das parcerias do governo com a iniciativa privada como forma de fomentar o setor de viagens no Brasil. Recentemente, o ministro lançou o Brasil + Turismo, um pacote de medidas com a meta de incluir 40 milhões de brasileiros e gerar 6 milhões de empregos no setor de viagens. Entre as medidas previstas estava a exploração turística de áreas da União pelo mercado.

“A gente entende o turismo como um grande aliado da preservação. Tanto que a legislação vigente prevê a visitação nas unidades de conservação”, comentou Ricardo José Soavinski. Os responsáveis pelos empreendimentos Dunas de Marapé e Show da Natureza já entraram com recursos para garantir o funcionamento do primeiro e a retomada das atividades do segundo. O presidente do ICMBio se comprometeu em dar celeridade à análise técnica dos processos contra os dois complexos de lazer.

mais notícias