Notícias

30/06/2017

Prefeitura monitora áreas com risco de deslizamento por conta das chuvas em Jequiá da Praia

Equipe de engenheiros da Secretaria Municipal de Infraestrutura já está averiguando a situação; trabalho de notificação de moradias visa preservar segurança da população

image

As fortes chuvas causaram o desabamento de quatro casas na Lagoa Azeda e outras quatro unidades habitacionais também ameaçam desmoronar, no município de Jequiá da Praia. As moradias foram construídas em áreas irregulares. A equipe da Prefeitura confirma deslizamentos nas localidades de Ponta de Pedra, Roçadinho e Paturais.

As famílias desalojadas estão em casas de parentes e não houve feridos. A prefeita Jeannyne Beltrão vem acompanhando o monitoramento desde cedo e uma equipe de engenheiros da Secretaria Municipal de Infraestrutura está direcionada a averiguar a situação. “Diante do susto, pedimos às famílias que estão nas áreas de risco que desocupem suas casas. Ainda bem que não tivemos nenhum óbito, nem feridos. A Semarh [Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos] está realizando o trabalho de notificação das moradias nas áreas de risco no intuito de preservar a vida das pessoas”, explicou a gestora de Jequiá da Praia. 

A Defesa Civil já foi acionada. Os engenheiros também revestiram toda a estrutura do muro com uma lona, para evitar que o solo fique encharcado, ocasionando possível desmoronamento do restante da estrutura. A prefeita ressaltou a importância de a população entrar em contato com a Defesa Civil para as situações de risco. Jeannyne ainda reafirmou o apoio da Prefeitura nas diversas eventualidades que possam aparecer durante esses dias de fortes chuvas.

“Estamos ao lado da comunidade neste momento e tomando as medidas necessárias para garantir tranquilidade às famílias atingidas. Pedimos que liguem, no caso de qualquer eventualidade, para a Defesa Civil, ou acionem a Prefeitura. Estamos aqui para dar todo o apoio aos jequiaenses”, disse a prefeita. Um relatório está sendo feito pela equipe da Prefeitura para levantar os danos causados e o número de pessoas atingidas.

mais notícias