Notícias

07/12/2017

Secretaria realiza cadastro de gestantes e nutrizes para programa de complementação alimentar

Após processo seletivo, contempladas vão receber cesta nutricional a cada mês, desde que estejam com o Cadastro Único atualizado e com as consultas do pré-natal em dia

image

A Secretaria de Assistência Social de Jequiá da Praia está realizando cadastro de todas as gestantes e nutrizes de até 6 meses para o Programa de Complementação Alimentar de Gestantes, Nutrizes e Crianças Alagoanas em situação de Vulnerabilidade Social e Insegurança Alimentar e Nutricional.

Depois do processo de seleção, feito pelas técnicas da Secretaria, serão contempladas as gestantes e nutrizes em situação de vulnerabilidade social mais grave. Estas receberão uma cesta nutricional de alimentos a cada mês.

Para permanecerem no Programa, as gestantes precisam estar com o Cadastro Único atualizado, bem como com as consultas do pré-natal em dia. Na próxima semana haverá o lançamento municipal, com a presença da prefeita Jeannyne Beltrão; do secretário de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social, Fernando Pereira; do secretário municipal de Assistência Social, Domício Júnior, além de outras autoridades.

Alimentação adequada - O objetivo é assegurar o direito humano à alimentação adequada da gestante e nutriz, por meio da oferta dos nutrientes necessários ao desenvolvimento do bebê.

De acordo com a Superintendência de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), serão entregues, mensalmente, cerca de 25 mil cestas aos municípios. O quantitativo exato está condicionado às informações inseridas pela equipe de Atenção Básica da Saúde municipais. Jequiá da Praia será beneficiado com 118 cestas nutricionais para as gestantes.

As cestas são certificadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e compostas por 14 itens fundamentais para combater a desnutrição de gestantes e recém-nascidos. Entre os itens estão: aveia, proteína, cálcio e ferro. O recurso para aquisição é proveniente do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), que vem investindo para garantir segurança nutricional às gestantes.

mais notícias